Não escolher já é uma escolha!

A vida é feita de escolhas.Cada um de nós é produto de suas escolhas e das açoes adotadas para efetivá-las.Engana-se aquele que atribui a outrem as conquistas ou mazelas de sua vida. embora este seja o caminho mais facil, pois exime o homem da culpa que lhe pode ser atribuida em razao de seus percalços, ele nao é verdadeiro.

O tempo todo fazemos escolhas.

Escolhemos o horario de dormir, de acordar, a roupa que vamos usar, como nos alimentar, como nos comportar, os amigos aos quais nos vinculamos,o(s) amor(es) de nossa vida, a profissao, o lazser, enfim, como gostariamos de ver representado neste mundo o nosso EU.

E vamos caminhando sempre em frente. Muitas vezes perpetuando um padrao de ecolhas que nos engessa e impede de alçar voo maior que  favoreceria a descoberta de um modelo que nos tornasse mais completos, mais livres e felizes.

O ser humano esta em constante mutação. Segundo Hieráclito, a cada segundo estamos nos transformando. Tudo está em contínuo movimento, ‘eterno fluxo”, “tudo flui e nada é permanente”. Diante desta teoria, esta que vos escreve agora, não é mais a mesma que escreveu o primeiro parágrafo. Assim, é preciso estar atento a este processo de transformação continua que ocorre a cada instante, interna e externamente. NADA SERÁ COMO ANTES!

Quando penso em transformação, o primerio exemplo que me vem á mente é o da borboleta:o casulo apertado e o esforço necessario para que ela passe através da pequena abertura é o modo que a natureza usa para forçar o fluido de seu corpo migrar para as asas, de modo que ela esteja pronta para voar quando ficar livre do casulo.

Assim tb é com o homem. Não ha como fugir do “processo” para a transformação”‘. a dificuldade é o veiculo que permite á borboleta  a abertura completa de suas asas para alçar voo, conhecer o mundo do alto, sentir a suavidade das flores que toca e embelezar a paisagem dos olhos que nela repousam.

Estes conceitos, de Heraclito e da Borboleta, podem servir de paradigma para a necessidade intrinseca do ser humano de constante transformação e adaptação a novas realidades, uma vez que o mundo gira e nosso tempo não é eterno.

Então vamos á pergunta fatidica:Como andam a sua vida e suas escolhas??Sera que hoje a representaçao do seu “eu” neste mundo é aquela que vc havia escolhido lá atras? Voce acompanhou as mudanças que aconteceram ao seu redor??Está feliz com a forma como vive, com o tempo que destina ao seu lazer, com os amigos que conquistou, com seu amor, com sua profissao?? Nao tenha medo de se fazer estas perguntas. Faz parte do processo de revisao das escolhas feitas ao longo de sua vida!

Como bem exemplifica o processo de metamorfose da borboleta, o que “doí” no apertado casulo e na asas pode significar um momento que conduz ao explendor.Sempre há tempo para mudar uma historia de vida, basta VONTADE!.

Por isso, da proxima vez que vc for fazer uma escolha, lembre-se que NAO ESCOLHER JÁ É UMA ESCOLHA. Escolha bem, coerentemente, com o desejo mais intimo que vc guarda a sete chaves dentro de seu coração. Escolha com generosidade e complacencia a  voce mesmo, lembrando que só uma pessoa feliz e realizada pode modificar sua familia, seus filhos, seus amigos, seu meio profissional, sua cidade, seu país, o mundo inteiro. Tal qual pedra lançada num lago, que desencadeia ondas propagadoras do movimento, assim sera vc, ser pleno e total, a transformar o universo.

(Por Maria Lucia Zarvos Varellis- jornal da APCD, junho9)

Vale a reflexão!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

6 Responses

  1. Muito bom!!! Eu adorei o testo porque diz exatamente aquilo que penso. Sempre encontro pessoas que colocam a culpa de tudo que acontece com elas nos outros, nas situaçoes e ficam se fazendo de vítimas. E exatamente como o titulo do seu post: quando aceitamos que alguem decida por nós, quando nos submetemos a algum tipo de opressão ou quando deixamos as coisas como estão para não criar atritos, já estamos escolhendo.
    E o mais interessante é pensar que em cada pequena escolha nós movimentamos toda uma cadeia e mudamos a vida de um monte de gente, né?
    Xiii, filosofico demais!!! O fato é que eu escolhi acompanhar o seu blog e não me arrependo!

    bjs

    • É verdade Marilena…eu penso assim como o texto tb…e atualmente to vivenciando isso tudo….uma luta entre…continuar a ser autentica….nao se calar so para nao arrumar confusao….ou pq é mais facil etc e tals…
      Tb vivencio…os q estao ao redor….e q falam ahãm ahãm…mas no fundo nao concordam com nada…mas falam so pra te agradar ou…nao arrumar confusao…e por ai vai…isso é decepcionante pra mim.

  2. Oi Silney, tudo bem com você?

    Caramba, adorei seu post! Bastante profundo!!
    É a mais pura verdade, a todo momento estamos tomando decições, e será que são boas? Essa é uma pergunta difícil, não é? Mas enfim, acho que vamos vivendo de acordo com nossas necessidades, nossos sonhos e desejos. Só saberemos se será bom ou ruim após vivenciá-los.

    Grande abraço!

  3. ola silney! adorei seu post. levarei pro meu maridao que adora ficar dentro do casulo … (risos).
    beijos! paola

  4. ola! quando vim responder seu recadinho vi que nao tinha seu nome … e pensei que feio escrever um e-mail sem o nome dele. ai fui ao seu blog e revirei de pe a cabeca e nao encontrei … mas fique sabendo que minha intencao era de ser mais pessoal.

    eu tb adorei seu blog. e como me mudeu ha pouco tempo ainda nao tenho net em casa, mas assim que for conectada ao mundo mostrarei ao meu marido. ele completara 39 anos em novembro e se acha ja um velho pangare pra recomecar a vida. quase todos os blogs sao de pessoas mais novas e ele sempre enfatiza este fato. mas quando vi o seu … alem de ter gostado dos seus posts, e claro.

    eu comecei a fazer faculdade de odonto no brasil … na FOC (faculdade de odontologia de campos – RJ) mas vim de ferias pra ca e acabei ficando. nao consegui cursar odonto aqui pois e so pra cidadaos e eu recebi a minha ha pouco mais de 2 anos … fiquei uns 12 anos morando aqui de residente temporaria, renovando o visto todo ano – um verdadeiro pe no saco, alem dos gastos e da burocracia. entao achei muito interessate tb o fato de vc ser dentista. ate pensei em fazer odonto no canada … mas nao sei, agora com filhos – filhas na verdade, fica mais dificil. talvez este trem realmente ja tenha saido da estacao. mas gracas a deus sou bem sucedida profissionalmente mesmo nao sendo dentista.

    vc mora em calgary ou toronto?

    a questao da guerra … e nao foi facil, mas vc sabe, o ser humano e um verdadeiro “survivor” e a gente vai em frente.

    qundo morava em jerusalem tb foi na epoca dos ataques terroristas com homens bombas. onibus e restaurantes explodindo … tb me salevei por pouco em varios eventos. fiquei um pouco traumatizada, mas eventualmente, ao longo dos anos acabei supoerando. mas decididamente nao quero que minhas filhas crescam neste ambiente de guerra. mas meu marido, como e daqui nao ve as coisas da mesma forma que eu. ele nao se ve num estado de ameca constante e acha que isso aqui e normal e que nao e tao grave assim. acho que esta forma de pensar tb e um mecanismo de sobrevivencia do ser humano.

    mas enfim, obrigada pela preocupacao e pela atencao. espero que se ouver uma guerra com o Iran seja depois que eu ja tenha deixado este pais, pois imagino que aqui a coisa ficara “quente”.

    beijos e abracos!

    tudo de bom,

    paola

  5. I prefer this website and also have bookmarked it. I will return to read in more details on my trip to India

    Thank you.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: